O crescimento de 0,8% na produção industrial em maio, reflete expansão no parque fabril em 10 dos 14 locais pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou hoje (11) os dados regionalizados da produção.

Segundo a Pesquisa Industrial Mensal Regional, o crescimento que se refere aos dados dessazonalizados teve como principal destaque o estado do Ceará, onde a expansão chegou a 5,9%, representando 5,1 pontos percentuais acima do crescimento médio nacional da indústria e já divulgado na semana passada pelo IBGE, com índice de 0,8%. 

Em seguida vem a Bahia, cuja expansão, não menos significativa, chegou a 3,6% e o Pará, com 3,1%. O Ceará foi a segunda expansão consecutiva, acumulando em abril e maio alta de 7,3%; enquanto a Bahia reverteu a queda de 0,7% registrado no mês de abril. O estado do Pará eliminou parte da perda de 7,5% acumulada entre fevereiro e abril deste ano.

No Rio Grande do Sul e em São Paulo a expansão foi 2,5%; em Santa Catarina (1,4%); no Paraná (1,4%); e na Região Nordeste (1,3%);  todos com resultados foram acima da média nacional da indústria.

Com resultados positivos ficaram ainda Goiás, que registrou o mesmo avanço de 0,8% do crescimento da indústria para a totalidade do país; e Pernambuco, que apresentou resultado praticamente estável ao crescer apenas 0,1%.

Entre os quatro estados com resultados negativos ficaram o Amazonas, cuja indústria registrou a maior retração: de -3,6%, intensificando a queda de 0,6% verificada no mês anterior. As demais taxas negativas foram assinaladas no Espírito Santo (-1,9%), Rio de Janeiro (-1,6%) e em Minas Gerais (-0,2%). 

Acumulado no ano

Os dados do IBGE indicam, por outro lado, que o crescimento de 0,5% acumulado pelo indústria nos primeiros cinco meses do ano (janeiro-maio) reflete expansões em 10 dos 15 locais pesquisados, frente a igual período do ano passado.

Os avanços mais acentuados foram assinalados pelo Rio de Janeiro, que ao avançar 4,6%, chegou a registrar crescimento 4,1 pontos percentuais acima da média nacional; Santa Catarina (4,3%); Espírito Santo (3,4%); e Paraná (3,1%).

Em Minas Gerais o crescimento foi 2,1%; no Amazonas e no Rio Grande do Sul (1,9%); em Goiás (1,5%); e em Pernambuco (1,3%) - todos com resultados estão acima da taxa média do país de 0,5%. Já o Pará registrou expansão de 0,2%. 

Segundo o IBGE, nesses locais, o maior dinamismo foi “particularmente influenciado por fatores relacionados à expansão na fabricação de bens de capital (em especial aqueles voltados para o setor agrícola e de construção); de bens intermediários (minérios de ferro, petróleo, celulose, siderurgia e derivados da extração da soja); de bens de consumo duráveis (automóveis e eletrodomésticos da “linha marrom”); e de bens de consumo semi-duráveis e não duráveis (calçados, produtos têxteis e vestuário). 

Por outro lado, a Bahia, ao fechar os primeiros cinco meses com queda de 6,6% em seu parque fabril, apontou o recuo mais elevado no índice acumulado do ano, chegando a ficar 7,1 pontos percentuais abaixo do crescimento médio nacional do período.

A queda expressiva foi pressionada, principalmente, pelo comportamento negativo vindo dos setores de metalurgia (barras, perfis e vergalhões de cobre e de ligas de cobre) e de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (óleo diesel, naftas para petroquímica e gasolina automotiva).

Os demais resultados negativos foram registrados na Região Nordeste (-1,6%),  no Mato Grosso (-1,4%),  em São Paulo (-0,6%) e  no Ceará (-0,2%). 

Indústria Cearense

Os dados divulgados pelo IBGE indicam, ainda, que o expressivo crescimento de 5,9% verificado na indústria cearense de abril para maio foi impulsionado principalmente pelos setores de petróleo, vestuário e calçados. 

O expressivo resultado acontece depois de o estado ter atingido em novembro do ano passado o patamar mais baixo de produção da série histórica: de -28,6%. A indústria cearense já havia mostrado recuperação no mês de abril (1,3%), o que levou o crescimento de maio fechar os dois últimos meses com avanço de 7,3%.

Fonte: Agência Brasil

18 Jan 2018 00:05 - SECSJC
Fortalecer o Ministério do Trabalho

 

 

O Ministério do Trabalho não pode ser transformado em barganha política, como se [ ... ]

NotíciasLeia Mais...
15 Nov 2017 00:05 - SECSJC
Vitória!!!! Convenção Coletiva 2017-2018

 

 

OS COMERCIARIOS DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS CONQUISTARAM A RECOMPOSIÇÃO DA INFLAÇÃO, E MAIS [ ... ]

NotíciasLeia Mais...
27 Out 2017 18:05 - SECSJC
 Gasômetro é a campeã da XXI Copa de Futebol Society

Gasômetro é a campeã da XXI Copa de Futebol Society  

A Gasômetro foi a campeã da XXI Copa [ ... ]

EsportesLeia Mais...
20 Out 2017 12:43 - SECSJC
São José e Taubaté lideram aumento de emprego na Construção Civil

Cinco municípios da RMVale registraram o aumento no número de postos de trabalho no mês de julho, segundo [ ... ]

NotíciasLeia Mais...
19 Out 2017 14:59 - SECSJC
Natal Iluminado levará 15 dias de atrações ao centro de São José

O centro de São José dos Campos receberá, a partir do dia 15 de dezembro, uma série de atividades [ ... ]

NotíciasLeia Mais...
18 Out 2017 22:10 - SECSJC
Você não pode perder!

Acontece no domingo, dia 22, a final da XXI Copa de Futebol Society Trofeu Renê Roque. Disputam o terceiro [ ... ]

EventosLeia Mais...
18 Out 2017 11:41 - SECSJC
Igualdade entre homem e mulher poderia agregar US$ 28 trilhões ao PIB, diz relatório

A promoção da igualdade de oportunidades entre homens e mulheres poderia agregar US$ 28 trilhões [ ... ]

NotíciasLeia Mais...
18 Out 2017 11:36 - SECSJC
Voluntárias promovem bazar e desfile nesta quarta no Antoninho

As voluntárias do Hospital Antoninho da Rocha Marmo promovem bazar beneficente com desfile de moda, [ ... ]

EventosLeia Mais...

R E S P O N D A

Qual assunto você quer para uma palestra?

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

reforma3.jpg
Horário de atendimento: de segunda a sexta das 8 às 18 horas
SEDE: Av. Dr. Mário Galvão, 56 - Jardim Bela Vista - São José dos Campos/SP - CEP 12209-004 - Tel.: (12) 3921.2455
SUBSEDE Caçapava: Rua Professor Lindolfo Machado, 39 - Centro - Caçapava/SP - CEP 12281-560 - Tel.: (12) 3653.4462
SUBSEDE Jardim Satélite: Rua Polar, 33 - Jardim Satélite - São José dos Campos/SP - CEP 12230-240 - Tel.: (12) 3933.4260
Copyright @ 2017 Sindicato dos Empregados no Comércio de São José dos Campos e Região. Todos direitos reservados.
Topo